Skip to content

Auxílio Emergencial 2021: O calendário de maio tem a última semana de pagamentos

A Caixa completará os créditos de 2ª entrega do auxílio emergencial 2021. Durante o mês de maio, a partir da segunda quinzena do mês, foram efetuados pagamentos nas contas dos assinantes pelo aplicativo e site, com base no mês de nascimento do beneficiário, bem como para o público Bolsa Família.

Quanto à primeira parcela, a liberação do crédito e a retirada da segunda parcela foram antecipadas e tiveram início em 30 de abril. O programa completo e atualizado foi divulgado pela Secretaria de Cidadania – veja abaixo.

O presidente da La Caixa, Pedro Guimarães, anunciou recentemente a liberação antecipada dos saques da primeira parcela em caixas eletrônicos. “A mudança afeta saques antecipados em até duas semanas e, em 30 de abril, começamos a efetuar pagamentos, ou seja, permitindo saques em lotéricas e caixas eletrônicos. [caixas eletrônicos] foi só em maio“Ele disse.

Portanto, até 30 de maio, todos os pagamentos da 2ª parcela serão efetuados. Para ver o Maio auxílio emergencial:

Calendário de crédito para a 2ª parcela do auxílio (adiantamento)

mês do nascimento Data de crédito da conta
Janeiro 16 de maio
Fevereiro 18 de maio
Marchar 19 de maio
abril 20 de maio
ele pode 21 de maio
Junho 22 de maio
Julho 23 de maio
Agosto 25 de maio
Setembro 26 de maio
Outubro 27 de maio
novembro 28 de maio
dezembro 30 de maio

Quanto ao Bolsa Família, todos os pagamentos da 2ª parcela serão liberados até 31 de maio. Veja as datas:

Calendário da 2ª parcela do Bolsa Família

último dígito NIS dia do pagamento
uma 18 de maio
deles 19 de maio
3 20 de maio
4 21 de maio
5 24 de maio
6 25 de maio
7 26 de maio
8 27 de maio
9 28 de maio
0 31 de maio

Tal como no ano passado, haverá um intervalo de cerca de duas semanas entre o depósito do dinheiro e a liberação dos valores a serem sacados. No caso da 2ª parcela para assinantes via aplicativo e web, o saques em dinheiro serão liberados entre 31 de maio e 17 de junho.

A nova ajuda terá 4 parcelas com valores entre R$ 150 e R$ 375, dependendo da unidade familiar do beneficiário. Nesta ocasião, apenas uma pessoa por unidade familiar terá direito às novas cotas, ao contrário do ano passado, quando o auxílio foi pago até 2 pessoas por unidade familiar. Haverá três valores variáveis, dependendo da composição familiar do beneficiário:

  • R$ 150 para pessoas morando sozinhas (família de pessoa solteira)
  • R$ 250 para casais com ou sem filhos;
  • R$ 375 para uma mulher chefe de família (família monoparental).

As novas parcelas continuarão sendo pagas em uma conta poupança digital no aplicativo Caixa Tem e, assim como as parcelas anteriores, terão tempos de pagamento e saque diferenciados.

Este ano, mais de 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família serão cobertos pelo auxílio emergencial. A novidade deste ano é que uma parte das pessoas inscritas no BF receberá o auxílio emergencial no Caixa Tem, pois a Caixa já fez a transição de beneficiários que ainda não tinham conta bancária.

Para conferir se você é elegível e se sua bolsa foi aprovada este ano basta acessar o site e se inscrever com seu nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe.