Skip to content

Bilhetes estaduais de gasolina de até R$ 115 começam hoje; veja a lista de beneficiários

Uma nova expedição ao Valle del Gas começou no Ceará. Criado pelo governo do estado no início da pandemia em 2020, o Vale Gás Social foi aprovado pela Assembleia Legislativa e agora é um programa permanente de ajuda a famílias em situação de vulnerabilidade social.

O governo cearense pagará 3 recargas do botijão de gás de 13 kg durante o ano, ou um subsídio trimestral. Segundo a PA, o preço médio do gás no Ceará é de R$ 103,96, mas há cidades onde o botijão já custa R$ 115, dados da semana passada.

A Secretaria de Assistência Social, Justiça, Cidadania, Mulher e Direitos Humanos (SPS) administra o programa e começou a distribuir ingressos para prefeitos na segunda-feira, 14 de março. Caberá aos Municípios repassar o bônus do gás aos mais de 209 mil cearenses autorizados a se beneficiar dele.

Vale-Gás no Ceará: quem entende?

O programa distribui bilhetes que podem ser trocados por uma botija de gás. Famílias que recebem o cartão Mais Infância, que fazem parte do Cadastro Único (CadÚnico) e Auxilio Brasil do governo federal, e jovens participantes do programa Superación são elegíveis. Para ter direito ao bônus de gás, o aluguel por pessoa deve ser de R$ 150,00 ou menos.

Com a população com poucos recursos em meio à crise gerada pela pandemia, o vale do gás é um auxílio muito importante para a população mais necessitada. A partir de agora, os prefeitos, secretários e representantes técnicos dos 184 municípios cearenses devem ir à SPS para se habilitarem ao abono.

Consulta do Vale do Gás do Ceará

A solicitação de recebimento de gás do Estado de Valle pode ser feita pelo site do governo estadual – veja aqui a lista de destinatários.

Da mesma forma, a solicitação pode ser feita por telefone, ligando para o Serviço de Assistência Social do seu município.

Outra forma de consulta é por telefone com o Ministério da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulher e Direitos Humanos (SPS), que também pode tirar dúvidas dos beneficiários pelo telefone (85) 3101-4557.

O Governo lembra que antes de se deslocar ao Município consulte a lista de beneficiários e confirme o nome para beneficiar do subsídio.