Skip to content

Bolsa Família tem novo aplicativo com conexão CPF; veja como baixar

A Caixa Econômica Federal lançou uma nova versão do Aplicativo Bolsa Família. Por meio do aplicativo, o beneficiário pode consultar o calendário do Bolsa Família em 2021, bem como consultar as demais parcelas publicadas nos meses anteriores e consultar a situação detalhada do pagamento.

Agora, com a nova atualização, o acesso ao aplicativo Bolsa Família se dá por meio do código fiscal (CPF) e da senha utilizada nos aplicativos da Caixa.

Outra funcionalidade do aplicativo é a consulta aos beneficiários que recebem temporariamente o auxílio emergencial, que poderão conferir a situação do benefício diretamente no aplicativo. A Caixa salienta que a informação prestada se refere aos últimos 12 anos e que o pedido permite ainda ao beneficiário esclarecer as suas dúvidas.

Segundo a Caixa, o aplicativo Bolsa Família já recebeu mais de 200 mil downloads em sua nova versão. Veja abaixo como fazer o download.

Como baixar o aplicativo Bolsa Família

O novo aplicativo do Bolsa Família está disponível para download nas duas plataformas:

Após baixar o aplicativo, basta inserir o número do seu CPF e senha para visualizar as informações do benefício. A senha para acessar o Aplicativo Bolsa Família é o mesmo utilizado em outros aplicativos da Caixa, como FGTS, Loterias e Caixa Trabalhador. Quem acessa o aplicativo pela primeira vez pode salvar sua senha na opção “Você é novo aqui? Cadastrar-se”.

Caso o beneficiário tenha um arquivo e tenha esquecido a senha, você pode inserir o número do CPF e clicar na opção “Recuperar senha”. Informações adicionais podem ser visualizadas pelo telefone 0800-726-0207.

Calendário do Bolsa Família em setembro

Em setembro, os beneficiários do Bolsa Família recebem a sexta e penúltima parcela do auxílio emergencial 2021. Para esse grupo, os depósitos começaram em 17 de setembro para os filiados com o NIS 1 mais recente. Os pagamentos seguem até 30 de setembro, quando são recebidos os beneficiários com o NIS 0 mais recente .

Datas do sexto episódio do Bolsa Família
último dígito NIS dia do pagamento
uma 17 de setembro
deles 20 de setembro
3 21 de setembro
4 22 de setembro
5 23 de setembro
6 24 de setembro
7 27 de setembro
8 28 de setembro
9 29 de setembro
0 30 de setembro

Como saber se fui aprovado no Bolsa Família?

Após o cadastro no Cadastro Único, o cidadão pode saber se foi autorizado a receber o Bolsa Família por meio de carta enviada pelo Ministério da Cidadania. Caso o cidadão não receba o documento, ele pode procurar o setor responsável pelo programa em sua cidade – o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) ou outro setor da prefeitura – ou ainda ligar para a Caixa de Atendimento ao Cidadão pelo 0800 726 0207 .

Para evitar aproveitar Bolsa família bloqueada É importante que o assinante mantenha sempre seu cadastro atualizado. Isso significa que o Pai Responsável – sujeito cadastrado no CRAS – atualiza constantemente os dados de endereço, telefone, renda ou quaisquer alterações no grupo familiar, sejam elas nascimento ou falecimento, casamento, separação, adoção, etc.

Se não houver alterações, o cadastro deve ser atualizado a cada dois anos. Também é importante que a família reúna determinadas condições para continuar recebendo o benefício, a saber:

  • Garantir a escolaridade de pelo menos 85% das crianças e adolescentes de 6 a 15 anos e 75% dos adolescentes de 16 a 17 anos;
  • Participar das consultas de pré-natal de acordo com o cronograma recomendado pelo Ministério da Saúde (MS), no caso de gestantes;
  • Participar das atividades educativas oferecidas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável, no caso de nutrizes (nutrizes);
  • Manter atualizado o registro de vacinação das crianças de 0 a 7 anos;
  • Monitorar a saúde das mulheres de 14 a 44 anos.

De qualquer forma, caso o beneficiário veja seu Bolsa Família cancelado ou bloqueado, é necessário entrar em contato com o setor competente onde foi feito o cadastro no programa para verificar a situação do benefício.