Skip to content

Como saber o número do PIS pelo CPF?

O governo continuará esta semana com os pagamentos do PIS – Programa de Integração Social. O PIS é uma contribuição social que as empresas pagam a um fundo administrado pelo CODEFAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador. O dinheiro dessa contribuição financia o pagamento do seguro-desemprego e do prêmio salarial, um “prêmio” para trabalhadores que ganham menos de 2 SMICs.

O principal objetivo do PIS é transferir renda para trabalhadores de baixa renda. Muitas vezes aparece como PIS/PASEP ou NIT/PIS. Da mesma forma, o PASEP é o Programa de Capacitação Patrimonial para Funcionários Públicos, modalidade exclusiva do PIS para servidores públicos.

Outros termos utilizados para consultar a bolsa são o NIT – Número de Identificação do Trabalhador, bem como o NIS – Número de Identificação Social. Em meio a tantos mandatos, fica difícil o trabalhador saber consultar o PIS/PASEP. Desta forma vamos tentar simplificar aqui como saber se você tem direito ao benefício e como saber seu numero NIS.

Como controlar o xixi com CPF

Uma maneira fácil de verificar se você tem direito ao PIS pelo número do CPF é pelo site Meu INSS. A ferramenta centraliza diversos serviços da Previdência Social e, além de consultar seu PIS, você pode consultar sua contribuição de horas de trabalho. Apenas siga os passos abaixo:

  • Acesse o portal Meu INSS;
  • Clique em Entrar (no canto superior direito);
  • Se você não possui uma conta Gov.Br, você precisa se cadastrar;
  • Preencher os dados necessários (CPF, data de nascimento, nome, email, telemóvel, nome e situação da mãe);
  • Clique em Avançar;
  • Anote a senha que o sistema criará para você;
  • Digite seu CPF e senha;
  • Faça login e altere a senha para uma de sua preferência;
  • Faça login novamente, desta vez com sua senha;
  • Ao clicar no canto superior direito, você verá os dados do usuário, com seu nome, seu CPF e o NIT/PIS.

Outra forma de conhecer o NIS para acessar o PIS/PASEP é utilizar a nova carteira de trabalho digital. Ele contém todos os dados de contratos anteriores e seu número NIS.

O governo também indicou que o PIS é um número gerado pela Caixa Econômica Federal, responsabilidade do empregador para registrar o trabalho. A solicitação de um novo PIS será apresentada pelo empregador por meio do sistema de conectividade social da CEF, no site – www.conectividade.caixa.gov.br

Existem também modalidades de consulta telefônica do PIS, onde o beneficiário pode:

  • Ligue para 135, CPF, e opcionalmente peça ao gerente o seu número de PIS através do CPF. Você precisará confirmar seus dados cadastrais e fornecer mais informações. O serviço funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h.
  • Outro número de atendimento é a Caixa Econômica Federal, telefone 0800-7260207, que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Outra forma de consultar o Pis/Pasep é Aplicativo de pagamento trabalhoso. A ferramenta que também dá acesso a informações sobre seguro-desemprego e INSS está disponível para celulares Android [veja aqui] e também para iPhone (iOS).

Retirada SIP

Quem tem direito a esta retirada?

Você pode sacar o valor do PIS/Pasep se atender às seguintes condições:

  • Quem trabalhou por pelo menos 30 dias com carteira assinada em 2020;
  • Estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Recebeu salário médio mensal de até o dobro do salário mínimo no ano base (2020);
  • Seus dados foram declarados corretamente pelo empregador (pessoa jurídica) no Cadastro Anual de Informações Sociais (RAIS).

O valor a ser faturado varia de acordo com o número de meses trabalhados. Quem trabalhou todos os meses do ano (2020) recebe um salário mínimo (R$ 1.212,00) como subsídio. Por exemplo, quem trabalhou 3 meses com carteira assinada recebe 3/12 do subsídio, que equivale a R$ 303,00.

Os servidores públicos que atendem aos critérios para recebimento do benefício devem consultar o PASEP no site do Banco do Brasil, agente pagador desse benefício.