Skip to content

Como transferir o FGTS emergencial para o Mercado Pago e PicPay

Se você pretende sacar o FGTS emergencial autorizado pelo governo federal, já deve estar ciente de que o programa estabelece datas diferentes para credenciamento e saque e pode levar até 2 meses após o recebimento do dinheiro pelo trabalhador para que ele esteja disponível. . Mas se você faz parte do grupo que pode sacar até R$ 1.045 da conta e não quer esperar tanto tempo para ter o dinheiro em mãos, eis a boa notícia: É possível antecipar a transferência dos benefícios e retirar antes do prazo!

De acordo com a Caixa, após receber os 1.045 reais do FGTS em uma caderneta de poupança, o trabalhador poderá usar o dinheiro para pagar contas ou contas ou usar o cartão de débito virtual e Código QR compre em supermercados, padarias, farmácias e outros comércios, por meio do aplicativo CAIXA Tem. Os créditos começaram no dia 29 de junho e foram liberados para os nascidos em dezembro no dia 21/09. Não façaNo sábado (31), foi liberado o saque e transferência de R$ 1.045 para os nascidos em setembro e outubro. Os últimos do programa de saque, que fazem aniversário em novembro e dezembro, só poderão sacar o dinheiro a partir do dia 14 de novembro. No entanto, existem maneiras de sacar ou transferir dinheiro para outras contas antes da data de vencimento. Veja abaixo como funciona.

Como transferir o FGTS emergencial para outra conta?

Para ter acesso antecipado ao dinheiro, basta criar um cartão de débito virtual da sua poupança digital (onde recebeu o FGTS emergencial) e ter uma conta em uma carteira digital fintech (PicPay, Mercado Pago ou PagBank).

– Você já tem uma conta bancária digital? Confira este post onde ensinamos mais uma forma de antecipar a aposentadoria do FGTS.

Como criar um cartão de débito virtual no aplicativo Caixa Tem

Primeiro, para transferir dinheiro da sua poupança digital para uma carteira digital no PicPay, Mercado Pago ou PagBank, você precisa criar o cartão de débito virtual no aplicativo Caixa Tem. A diferença entre um cartão virtual e um cartão físico é que o código de segurança é alterado a cada compra para tornar a transação mais segura.

O cartão de débito foi criado pela Caixa para que o usuário possa fazer compras virtuais em sites ou aplicativos que aceitam a marca Elo, mas também pode ser usado para transferências bancárias. Veja como criar:

  1. abra o aplicativo a caixa tem.
  2. selecione a opção cartão de débito virtual para que o aplicativo gere seu mapa.
  3. Na tela seguinte, aparecerá um cartão virtual com os dados (nome do titular, número do cartão e data de validade). São esses dados que você vai inserir na sua conta PicPay, Mercado Pago ou PagBank.

A seguir, mostramos como transferir R$ 1.045 do Caixa Tem FGTS para uma carteira digital.

Como transferir o FGTS emergencial para o PicPay

  1. abra o aplicativo Pagar Pagar (baixar para Android e iOS).
  2. selecione a opção maleta.
  3. Clique em adicionar dinheiro.
  4. O aplicativo mostrará como adicionar dinheiro à sua carteira. selecione a opção Cartão de débito virtual Caixa.
  5. selecione a opção eu já tenho cartão virtual e salve os dados do cartão de débito que você gerou no aplicativo Caixa Tem.
  6. O próximo passo é inserir o valor que deseja transferir do Caixa Tem para o PicPay.
  7. Insira o código de segurança (CVV) e valide.

Assim que a transação for concluída, o dinheiro será transferido para o seu PicPay no mesmo dia. É importante lembrar que para sacar o FGTS da conta PicPay do Banco24Horas, é necessário aguardar o cronograma de saque divulgado pela Caixa. No entanto, o dinheiro estará disponível para pagamentos via PicPay ou para transferência bancária para outra conta pessoal.

Como transferir o FGTS emergencial para o Mercado Pago

  1. abra o aplicativo mercado de pagamentos (baixar para Android e iOS).
  2. selecione a opção adicionar dinheiro.
  3. selecione a opção Cartão de débito virtual Caixa.
  4. Insira o valor que deseja transferir do Caixa Tem para o Mercado Pago.
  5. Insira os dados do cartão de débito que você gerou no aplicativo Caixa Tem (nome, número do cartão e data de validade).
  6. Insira o código de segurança (CVV) e valide.

Graças ao app do Mercado Pago você pode pagar contas, recarregar seu celular, pagar com QR Code, depositar e transferir gratuitamente para outros bancos. Para o recurso de saque sem cartão, é cobrada uma taxa de R$ 4,90.

Como transferir FGTS emergencial para o PagBank

  1. abra o aplicativo banco de paginação (baixar para Android e iOS).
  2. selecione a opção adicionar dinheiro.
  3. Posteriormente, o aplicativo apresentará informações sobre como utilizar o cartão virtual da Caixa para transferir o auxílio.
  4. Clique em Ouvi para prosseguir.
  5. selecione a opção Cartão de débito virtual Caixa.
  6. Insira os dados do cartão de débito que você gerou no aplicativo Caixa Tem (nome, número do cartão e data de validade).
  7. O próximo passo é inserir o valor que deseja transferir do Caixa Tem para o PagBank.
  8. Digite o código de segurança (CVV) e clique em Confirmar Adicionar.

O PagBank também oferece a possibilidade de transferir o FGTS emergencial via boleto bancário. Para saber como gerar um recibo de transferência e pagar no Caixa Tem, veja este post.

Como emitir o certificado de regularidade do FGTS?

A Certidão de Regularidade, ou Certidão do FGTS, é o documento que atesta que o empregador está em dia com o pagamento do Fundo TFR (TFTS). A certificação é exigida da empresa que decide participar de concursos públicos e nas demais situações previstas nas leis 8.036/90 e 9.012/95.

Existem duas formas de visualizar e emitir o certificado de validade do FGTS: a primeira é por telefone, através do número 135, de segunda a sábado, das 7h às 22h A segunda é pelo site da Caixa – Caixa.gov.br. O documento tem validade de 30 dias.

No site da Caixa, acesse a aba Benefícios e Programas e, em seguida, o link do FGTS. Role para baixo até o atalho do FGTS e clique em Consultar CRF. A página da pesquisa de regularidade empregadora será aberta e você simplesmente preencherá o CNPJ e o captcha da empresa e clicará em Consultar. Na próxima tela, o sistema informará a situação do empregador.