Skip to content

Decreto define valor do Auxílio Brasil em R$ 217,18 para novembro

O governo federal publicou recentemente o decreto que define a Valor do auxílio Brasil a partir de novembro de 2021. De acordo com o Decreto n. 10.851, publicada no Diário Oficial na última sexta-feira (5), o novo serviço será beneficiado com um aumento de 17,84% no valor do tíquete médio. Assim, a partir de 17 de novembro, os beneficiários receberão o valor médio de R$ 217,18 por mês.

Quem acompanha as notícias do novo programa social pode se surpreender com o valor diferente prometido pelo governo federal nas últimas semanas. De acordo com o dossier que coordena os pagamentos, o Assistência Brasil de R$ 400 anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro, só deve começar em dezembro.

O motivo do adiamento é que o governo ainda depende da aprovação da PEC para os precários que vão liberar espaço no orçamento para pagar o valor mínimo de 400 reais para milhões de famílias. Aprovada na Câmara, a proposta ainda não foi ao Senado.

O decreto publicado também definiu o novo limite de renda para classificar as famílias em condições de extrema pobreza e pobreza. Atualmente, o limite para adesão ao programa Bolsa Família é de R$ 89 para extrema pobreza e R$ 178 para pobreza.

Os valores atualizados passarão a considerar famílias com renda até R$ 100 na extrema pobreza Sim renda até R$ 200 para pobreza.

O governo também atualizou os valores do benefício básico Bolsa Família, que passará de R$ 89 para R$ 100, e dos benefícios variáveis, que passarão de R$ 41 para R$ 49, com exceção do o benefício variável vinculado aos adolescentes. , que passará de R$ 48 para R$ 57.

Valor médio atual do Bolsa Família Valor do Bolsa Família em novembro
Vantagem básica: 89 BRL Benefício básico: 100 BRL
Benefício variável (para crianças ou adolescentes): R$ 41 Benefício variável (para crianças ou adolescentes): R$ 49
Benefício variável (relacionado a gestante): R$ 41 Benefício variável (relacionado a gestante): R$ 49
Benefício variável (vinculado à nutriz): R$ 41 Benefício variável (vinculado à nutriz): R$ 49
Benefício variável (relacionado a adolescentes): R$ 48 Benefício variável (relacionado a adolescentes): R$ 57

O Bolsa Família também é composto pelo abono de extrema pobreza, cujo valor é calculado individualmente para cada família com base na renda mensal. O valor desse benefício varia de acordo com a renda e o número de pessoas no grupo familiar e é um complemento que a família deve receber acima da linha de extrema pobreza, que passou de R$ 89 para R$ 100.

O Bolsa Família termina em 2021

O Ministério da Cidadania informou ainda que a partir da última segunda-feira (8) o programa Bolsa Família será encerrado. A disposição provisória n. 1.061, que cria o Auxilio Brasil, estabelece que 90 dias após sua publicação, a lei n. 10.836 de 2004, que criou o programa Bolsa Família, será revogada.

Portanto, a partir dessa data, o programa de 17 anos não pode mais ser realizado. Para retomar os pagamentos do Bolsa Família, caso a Aid Brasil se torne insustentável, o governo deve emitir uma ordem provisória para estender o prazo para a revogação do Bolsa Família.

Por isso, o governo federal anunciou a data de início dos pagamentos da ajuda ao Brasil. O programa terá início no dia 17 de novembro e seguirá o cronograma definido para o Bolsa Família até o final de 2021.

Ainda não foi revelado como os beneficiários poderão se cadastrar no Auxilio Brasil. Até o momento sabe-se que o ingresso no programa será reservado às famílias cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico).

De acordo com o Ministério da Cidadania, os beneficiários do Bolsa Família receberão automaticamente o novo benefício. “Todos os que já se cadastraram receberão o benefício automaticamente, de acordo com a programação usual do programa anterior, o Bolsa Família. Não é necessário se registrar novamente“, Comunicou o arquivo.

Calendário de ajuda ao Brasil para 2021

Conforme noticiado anteriormente, para o pagamento do Auxílio Brasil em novembro e dezembro de 2021, o governo optou por seguir as datas definidas pelo calendário do Bolsa Família. Dessa forma, os beneficiários do programa já podem saber as datas de pagamento do novo benefício nos últimos meses do ano. Olhar para baixo:

Calendário de socorro no Brasil em novembro
último dígito NIS dia do pagamento
uma 17 de novembro
deles 18 de novembro
3 19 de novembro
4 22 de novembro
5 23 de novembro
6 24 de novembro
7 25 de novembro
8 26 de novembro
9 29 de novembro
0 30 de novembro
Calendário de socorro no Brasil em dezembro
último dígito NIS dia do pagamento
uma 10 de dezembro
deles 13 de dezembro
3 14 de dezembro
4 15 de dezembro
5 16 de dezembro
6 17 de dezembro
7 20 de dezembro
8 21 de dezembro
9 22 de dezembro
0 23 de dezembro