Skip to content

O bônus Pis/Pasep terá dois saques em 2022? Compreender

Mais de 23 milhões de trabalhadores receberão, a partir desta terça-feira, 8, o Bônus salarial Pis/Pasep. O arquivamento ocorrerá em fevereiro e março para quem trabalha com carteira assinada em 2020, cujo cronograma do ano passado foi adiado para este ano.

O que muitos não sabem é que também será lançado um segundo serviço Pis/Pasep. Quer saber quem terá direito aos dois saques do complemento salarial em 2022? Nós explicamos para você.

Historicamente, o subsídio Pis/Pasep é concedido anualmente para brasileiros que tenham trabalhado pelo menos 30 dias com carteira assinada. Este ano, 23 milhões de trabalhadores terão direito ao abono salarial, dos quais 22 milhões pertencem ao setor privado e 1 milhão são funcionários públicos. O pagamento da provisão é feito pela Caixa e Banco do Brasil respectivamente para esses dois grupos.

Até o ano passado, o programa de bolsas Pis/Pasep começava no segundo semestre e terminava no final do primeiro semestre do ano seguinte. Seguindo as recomendações dos reguladores, o governo decidiu mudar a dinâmica dos pagamentos consolidando todos os depósitos em um único ano. Por esse motivo, o calendário do Pis foi adiado para 2022.

Cronograma de pagamento Pis 2022

Conforme informado anteriormente, o maior pagamento do abono salarial será pago aos trabalhadores que trabalharam com vínculo empregatício em 2020. Para ter direito ao benefício, é necessário estar inscrito no Pis/Pasep há pelo menos cinco anos, ter recebido salário médio mensal de até o dobro do salário mínimo para todo o ano de 2020 e ter os dados declarados corretamente pelo empregador no Cadastro Anual de Informações Sociais (RAIS).

Assim como em anos anteriores, o governo divulgou dois planos de pagamento, um para o depósito do Pis, feito pela Caixa, e outro para a liberação do Pasep pelo Banco do Brasil. O primeiro grupo começará a receber entre 8 de fevereiro e 31 de março, dependendo da ordem de nascimento do trabalhador. Confira a tabela de pagamento do Pis em 2022 abaixo:

mês do nascimento Data de pagamento do xixi 2022
Janeiro 08 de fevereiro
Fevereiro 10 de fevereiro
Marchar 15 de fevereiro
abril 17 de fevereiro
ele pode 22 de fevereiro
Junho 24 de fevereiro
Julho 15 de março
Agosto em 17 de março
Setembro 22 de Março
Outubro 24 de março
novembro 29 de março
dezembro 31 de março

Os trabalhadores do setor público receberão o subsídio entre 15 de fevereiro e 24 de março. O prazo de aposentadoria para todos os trabalhadores é 29 de dezembro de 2022.

Número de registro final Data de pagamento do passp 2022
0 15 de fevereiro
uma 15 de fevereiro
deles 17 de fevereiro
3 17 de fevereiro
4 22 de fevereiro
5 24 de fevereiro
6 15 de março
7 em 17 de março
8 22 de Março
9 24 de março

No entanto, há um segundo saque de bônus Pis/Pasep lançado este ano. As quantias podem ser retiradas de mais de 10 milhões de trabalhadores que trabalharam com contrato de trabalho entre 1971 e 1988. Os saques das ações do Pis e Pasep foram liberados em 2019 e o prazo para sacar o dinheiro é até 31 de maio de 2025. Cerca de R$ 23 bilhões de cotas do Fundo estão pendentes de saque pelos brasileiros.

As cotas Pis/Pasep são compostas pelo saldo acumulado na conta individual do empregado resultante dos valores creditados pelas distribuições do Fundo Pis/Pasep nos anos de 71/72 a 88/89. Os valores são calculados proporcionalmente à antiguidade registada na conta e ao salário anual do trabalhador.

Prêmio 2019 terá novo prazo para retirada

O Ministério do Trabalho e Previdência Social indicou que mais de 320 mil trabalhadores poderão solicitar o saque do prêmio Pis/Pasep referente ao ano-base 2019.

Os brasileiros que trabalharam pelo menos 30 dias com carteira assinada em 2019 e que cumpriram as demais regras do programa terão direito ao Pis/Pasep “esquecido”. O valor da pensão paga naquele ano variou de R$ 92 a R$ 1.100.

Para solicitar a desistência do Pis/Pasep 2019, o trabalhador deverá apresentar recurso administrativo presencialmente a uma das superintendências do Ministério do Trabalho a partir de 31 de março, data de vencimento do plano de pagamento da outorga 2020.