Skip to content

Pis/Pasep: Quando será pago o subsídio para quem trabalhou em 2021?

Com o fim do programa de pagamento do abono salarial para quem trabalhava em 2020, os brasileiros já se perguntam quando será pago o abono Pis/Pasep referente ao ano base 2021.

Se você acompanha as notícias sobre benefícios aqui no Ache Concursos, está ciente do diferimento do abono salarial do ano passado. O plano de pagamento de salário para quem trabalhou com carteira assinada ao longo de 2020 deveria ter início em junho/2021 e as datas foram adiadas para este ano.

Deste formulário, os trabajadores solo receberam o bono salarial em febrero e março de 2022, o que confundiu a muitos brasileiros que esperaban este ano recebeu o Pis / Pasep para o ano 2021. Este tema.

Assinatura Pis/Pasep 2021 você já tem calendário?

Até o momento a La Caixa ainda não divulgou o novo calendário do bônus Pis/Pasep para 2021. É provável que o governo anuncie as datas de pagamento do abono salarial apenas no início do próximo ano, que funcionou no ano passado, bem como com o lançamento do o calendário realizado este ano.

Outro fator que influencia esse anúncio é o valor do benefício. Isso porque o abono salarial máximo é sempre calculado com base no salário mínimo, portanto, o abono subsequente será reajustado com base no salário mínimo fixado para 2023. O plano nacional para o ano seguinte deve ser anunciado no final de janeiro, quando será anunciado o fechamento do INPC este ano.

O adicional salarial é pago aos brasileiros que trabalharam há pelo menos 30 dias com carteira assinada no ano-base em questão. O valor da incidência do Pis/Pasep é limitado a um salário mínimo (R$ 1.212 em 2022) para quem trabalhou 12 meses e é calculado individualmente com base no número de meses trabalhados.

Este ano, por exemplo, quem trabalhou 30 dias em 2020 recebeu R$ 101,00. Veja na tabela a seguir como é calculado o subsídio Pis/Pasep:

Proporção (meses trabalhados) Valor do envelope em 2022
uma R$ 101,00
deles R$ 202,00
3 R$ 303,00
4 R$ 404,00
5 R$ 505,00
6 $ 606,00
7 $ 707,00
8 $ 808,00
9 R$ 909,00
dez R$ 1.010,00
Onze R$ 1.111,00
12 R$ 1.212,00

O trabalhador, para além de ter trabalhado com contrato de trabalho no ano de referência, deve ainda possuir outras condições para ter direito ao prémio salarial, que são:

  • Estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Receberam salário médio mensal de até dois salários mínimos durante o ano-base (2020);
  • ter exercido atividade remunerada, há pelo menos 30 dias, no ano de referência considerado para o cálculo;
  • Faça com que seu empregador (pessoa jurídica) insira seus dados corretamente no Cadastro Anual de Informações Sociais (RAIS).

O abono salarial esquecido ainda pode ser reembolsado

O calendário de bolsas Pis/Pasep 2020 anunciou até o final do mês passado a retirada dos valores para todos os grupos. Entre 8 de fevereiro e 31 de março, mais de 24 milhões de trabalhadores tiveram seu dinheiro depositado em suas contas.

Inicialmente, o pagamento abrangeria apenas 23 milhões de brasileiros identificados pelo governo. No entanto, após a análise realizada pela Dataprev, foram encontrados mais 1,6 milhão de pessoas que tiveram algum problema com a RAIS (Lista Anual de Informações Sociais) e tiveram que passar por procedimentos adicionais para obter o benefício concedido.

Mesmo com o fim dos depósitos há quase duas semanas, cerca de R$ 523 milhões foram esquecidos nos bancos pelos trabalhadores. Segundo a Caixa, 561 mil pessoas ainda não sacaram o bônus Pis/Pasep para 2020.

Desse grupo, 71% são servidores públicos e militares que ainda podem sacar os valores do subsídio Pasep, pago pelo Banco do Brasil. O restante do grupo é formado por trabalhadores do setor privado que poderão sacar dinheiro da bolsa Pis.

O prazo para ambos os grupos sacarem o bônus Pis/Pasep segue até 29 de dezembro de 2022.

Veja o Pis/Pasep do CPF

Existem várias maneiras de saber se você é elegível para o bônus salarial. um deles é para Candidate-se a um cartão de emprego digitalonde você pode consultar diversas informações sobre contratos de trabalho, o salário médio do último emprego, o período trabalhado e o número de Pis ou PASEP.

Na última atualização do aplicativo, também foi incluída uma consulta sobre a cessão da quinta, que permite saber se o trabalhador ativou o Pis/Pasep, o valor a que terá direito, a data do depósito ou o motivo que levou ao não recebimento, se for o caso.

O aplicativo CTPS está disponível para download na versão Android ou na versão IOS.