Skip to content

Pis/Pasep: trabalhadores não qualificados terão nova chance de receber em recurso

O Ministério do Trabalho e Assuntos Sociais indicou que os trabalhadores que não receberam o abono salarial do Pis/Pasep em fevereiro e março podem interpor recurso administrativo.

O programa de alocação do ano base de 2020 incluiu 24 milhões de trabalhadores, dos quais 1,6 milhão foram considerados elegíveis após passarem por uma análise do Dataprev.

Na terça-feira, 5 de abril, os pedidos de recursos começaram a ser encaminhados às superintendências regionais do trabalho.

Os trabalhadores que não foram beneficiados com o bônus do Pis/Pasep e que acreditem ter direito a ele podem interpor recurso via e-mail para o endereço profissional.Oh!@economia.gov.br. É suficiente substituir as letras UF pelas letras das iniciais do estado de residência (por exemplo, work.sp@economia.gov.br).

Os órgãos do Ministério do Trabalho realizarão os processos de cadastramento dos recursos e será feita uma análise individualizada das situações. A estimativa é que os trabalhadores recebam feedback sobre os pedidos em até 45 dias. O procedimento é exclusivo para os processos relacionados à atribuição do ano-base 2020.

O ministério insiste que os trabalhadores verifiquem todos os canais para ver se o benefício foi pago antes de entrar com recurso. Brasileiros que trabalham no setor privado devem solicitar o pagamento do Pis em uma conta corrente, conta poupança ou conta poupança social digital na Caixa Econômica Federal.

Outra forma de receber o bônus do Pis é com o cartão cidade nas agências, lotéricas e correspondentes Caixa Aqui.

Já os servidores públicos que recebem a contribuição do Pasep devem solicitar o pagamento em conta corrente no Banco do Brasil ou em conta de outra instituição financeira, se informado.

Bônus de remuneração do ano base 2019 – O Ministério do Trabalho indicou que os trabalhadores que não receberam o subsídio referente ao ano de 2019 podem solicitar os valores por meio de recurso administrativo a partir de 31 de março.

No entanto, as últimas informações indicam que os recursos recebidos naquele momento serão exclusivos para quem não conseguiu recolher o prêmio Pis/Pasep 2020. Segundo o ministério, a Dataprev foi acionada para desenvolver um novo sistema que ficará disponível até maio 31 para a análise dos recursos relacionados à alocação de 2019.

561.000 ainda não sacaram o dinheiro

A Caixa Económica Federal informou que até o momento não foram sacados cerca de 523 milhões de reais de recursos do abono salarial Pis/Pasep 2020. Cerca de 561 mil trabalhadores ainda não sacaram o subsídio que expirou em 31 de março.

Desse grupo de trabalhadores que se esqueceram de sacar, 71% são servidores públicos e militares com direito ao Pasep, pago pelo Banco do Brasil.

O período de saque do complemento salarial Pis/Pasep segue até 29 de dezembro de 2022 para todos os grupos.

O pagamento do subsídio do Pis a 23 milhões de funcionários do setor privado diminuiu entre 8 de fevereiro e 31 de março. O calendário era organizado por mês de nascimento e previa dois pagamentos por semana.

Programa de alocação do ano base do Pis 2020
mês do nascimento Data de pagamento do xixi 2022
Janeiro 08 de fevereiro
Fevereiro 10 de fevereiro
Marchar 15 de fevereiro
abril 17 de fevereiro
ele pode 22 de fevereiro
Junho 24 de fevereiro
Julho 15 de março
Agosto em 17 de março
Setembro 22 de Março
Outubro 24 de março
novembro 29 de março
dezembro 31 de março

Uma semana depois, em 15 de fevereiro, começou o plano de pagamento dos servidores públicos. Este ano, pouco mais de um milhão de pessoas receberam o Passe Banco do Brasil.

Plano de pagamento mensal do ano base do PASEP 2020
Número de registro final Data de pagamento do passp 2022
0 15 de fevereiro
uma 15 de fevereiro
deles 17 de fevereiro
3 17 de fevereiro
4 22 de fevereiro
5 24 de fevereiro
6 15 de março
7 em 17 de março
8 22 de Março
9 24 de março