Skip to content

Renda Emergencial SP: veja o calendário para novos pagamentos

O gabinete do prefeito de São Paulo inicia nesta quinta-feira, 25 de março, os pagamentos das novas parcelas da Renda Emergencial SP. O benefício de R$ 100,00 aprobado el año pasado fue prorrogado por otros tres meses y será pago em março, abril e maio de 2021. il Lei 17.504 de 2020. Segue abaixo o calendário de pagamentos referente ao mês de março.

Na segunda e última votação, foi aprovado o projeto de lei que prorrogaria o pagamento da renda emergencial do SP por mais três meses. Apresentado pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), o PL 55/2021 visa garantir a “manutenção da integridade do tecido social” da população durante a pandemia de Covid-19, que ainda atinge o país. , como você escreveu na motivação. O projeto recebeu mais de 50 votos em ambas as rodadas de votação. Para entrar em vigor, o projeto ainda precisa receber a sanção de Covas.

A vantagem é concedida pela administração municipal às famílias inscritas no programa Bolsa Família até setembro de 2020 e às famílias de ambulantes do comércio informal que tenham autorização de uso (TPU) em andamento ou que estejam cadastradas no sistema. Está bem!. A o auxílio no valor de R$ 100 por mês tem duração de 3 meses e foi aprovado em 21 de outubro e sancionado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) em 12 de novembro.

Como o programa de renda básica emergencial só foi lançado em dezembro, o o auxílio foi pago em parcela única de R$ 300 de 09/12 a 15/12, referentes às taxas dos meses de outubro, novembro e dezembro. A lei de emergência da renda básica também prevê uma possível prorrogação caso o estado de calamidade pública persista no município.

O pagamento é feito ao familiar responsável (RF) que possui conta Easy, conta poupança Easy ou conta poupança na Caixa Econômica Federal. Caso o gestor não possua nenhum tipo de conta bancária, o pagamento é feito para uma conta poupança digital aberta de forma automática e gratuita pela Caixa. Nesse caso, o dinheiro pode ser transferido pelo aplicativo Caixa Tem diretamente para o celular ou retirado em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de documento de identidade válido com foto, na data estabelecida no calendário emergencial da renda básica.

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) aproximadamente 480.146 famílias serão beneficiadas. Para pessoas com deficiência, independentemente da idade, o benefício será de R$ 200 por mês, totalizando R$ 600 em três parcelas. A provisão não é válida para quem recebe o benefício continuado em dinheiro (BPC).

Calendário de Renda Emergencial SP 2021

Na noite de 24 de março, a prefeitura de São Paulo divulgou o cronograma de pagamentos do mês de março, que começa nesta quinta-feira (25). O pagamento do benefício será feito no último dígito do NIS, semelhante aos pagamentos de 2020. Veja a programação completa:

último dígito NIS data de crédito
uma 25 de março
deles 25 De março
3 26 De março
4 26 De março
5 29 De março
6 29 De março
7 30 De março
8 30 De março
9 31 De março
0 31 De março

A Coordenação de Gestão de Benefícios (CGB) informou que a partir de 26 de março os moradores receberão uma mensagem de texto (SMS) informando a data do pagamento. As mensagens são enviadas na data de liberação do pagamento para os destinatários. Os calendários para os meses de abril e maio devem ser divulgados em breve pela administração municipal.

Em 2020, o crédito de compartilhamento de renda emergencial começou em 9 de dezembro para beneficiários cujo último número de NIS foi 1 e 2. Veja como foi o cronograma de renda emergencial de SP no ano passado:

último dígito NIS data de crédito
uma 09 de dezembro
deles 09 de dezembro
3 dez a partir de dezembro
4 10 de dezembro
5 Onze a partir de dezembro
6 Onze a partir de dezembro
7 14 a partir de dezembro
8 14 a partir de dezembro
9 quinze a partir de dezembro
0 15 de dezembro

Para verificar se tem condições de receber o benefício, o cidadão pode entrar em contato com a Central e Portal 156. A população também pode consultar a renda emergencial por meio do site da Assistência Municipal e Desenvolvimento Social.

Quem tem direito à renda básica emergencial de SP?

De acordo com o texto do projeto, o benefício de R$ 100 por mês é destinado a moradores de São Paulo beneficiários do Bolsa Família e famílias de ambulantes do comércio informal que possuem autorização de residência (TPU) na força de trabalho e trabalhadores. matriculado no Eles são o sistema legal. O complemento de aluguel será pago por três meses através de um crédito bancário para a família responsável que é a base do Cadastro Único (CadÚnico).

O Renda Emergência SP é pago a todos os familiares maiores de 18 anos (exceto no caso de mães adolescentes). Famílias monoparentais com familiares dependentes menores de 18 anos recebem benefício em dobro, igual a R$ 200. O pagamento em dobro da renda básica emergencial também será pago ao deficiente que faça parte do domicílio coberto pelo lucro .

A Câmara Municipal informou ainda que não existe um número máximo de beneficiários por família. Assim, eles receberão todos os familiares, dependendo de estarem ou não cadastrados no Bolsa Família.