Skip to content

Salário 13 INSS a partir de agosto de 2022; ver calendário

Aposentados e pensionistas do INSS já podem saber a data em que receberão o 13º salário em 2022. Com o calendário completo deste ano divulgado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), já é possível saber quando a primeira e a segunda parcela do complemento salarial cairão por conta dos mais de 30 milhões de segurados.

A partir da publicação do decreto n° com a folha de pagamento dos serviços do mês correspondente.

O subsídio complementar é previsto por lei para quem tenha recebido, nos últimos 12 meses, benefícios como pensão, subsídio por morte, auxílio-doença, subsídio de acidente ou reforma.

Calendário da primeira faixa salarial 13

Portanto, o pagamento do benefício está previsto para começar no dia 25 de agosto. Verifique as datas do calendário, com base no número do serviço final:

fim de Serviço 1º pagamento para quem recebe até 1 salário mínimo
uma 25 de agosto
deles 26 de agosto
3 29 de agosto
4 30 de agosto
5 31 de agosto
6 1º de setembro
7 02 de setembro
8 5 de setembro
9 6 de setembro
0 08 de setembro
fim de Serviço 1º pagamento para quem passar 1 SMIC
1 e 6 1º de setembro
2 e 7 02 de setembro
3 e 8 5 de setembro
4 e 9 6 de setembro
5 e 0 08 de setembro

Cronograma da segunda parcela 13 salário

fim de Serviço 2ª parcela para quem recebe até 1 salário mínimo
uma 24 de novembro
deles 25 de novembro
3 28 de novembro
4 29 de novembro
5 30 de novembro
6 01 de dezembro
7 02 de dezembro
8 5 de dezembro
9 6 de dezembro
0 07 de dezembro
fim de Serviço 2ª parcela acima de 1 salário mínimo
1 e 6 01 de dezembro
2 e 7 02 de dezembro
3 e 8 5 de dezembro
4 e 9 6 de dezembro
5 e 0 07 de dezembro

O décimo terceiro será antecipado em 2022?

O pagamento do prêmio salarial para os 36 milhões de pensionistas e aposentados em 2020 e 2021 foi antecipado devido à pandemia de Covid-19. No entanto, para este ano ainda não há informações se o governo fará o pagamento antecipado. Por enquanto, as datas oficiais seguem as mencionadas acima, nos meses de agosto e novembro.

Em anos anteriores, o adiantamento de 13 salários foi usado pelo governo como medida para ajudar os segurados e fortalecer a economia em um momento em que a pandemia continuava em pico de contágio e provocava novas restrições. Como os recursos já estão previstos no orçamento da União, a medida não gera custos adicionais para o erário público.

Se você decidir adiantar seu salário do Inss 13, o governo tem que fazer o pagamento a partir de maio. Por dois anos (2020 e 2021) o adiantamento do adicional de março foi anunciado pelo governo e os benefícios de maio (1ª parcela) e junho (2ª parcela) foram incluídos no contracheque.

O salário 14 foi aprovado?

Se você acompanha as notícias dos benefícios sociais, já sabe que no último ano o projeto de lei que determina o pagamento do salário 14 passou por várias comissões da Câmara dos Deputados.

No entanto, o andamento do PL ainda não foi rápido o suficiente para uma votação em plenário em 2021. Por isso, a 14ª do INSS ainda aguarda votação para que o segurado possa se beneficiar do benefício.

De acordo com o texto da proposta, o pagamento do complemento salarial está previsto para março de 2022 e 2023. O contracheque do mês de março tem datas que vão de 25 de março a 7 de abril para quem recebe até o SMIC e de abril 1 e 7 para quem ganha acima do salário mínimo nacional, que em 2022 foi elevado para R$ 1.212,00.

O adicional, chamado de salário 14, ainda precisa ser aprovado pela Câmara e pelo Senado e receber a aprovação do Presidente da República para entrar em vigor. De férias até 1º de fevereiro, os parlamentares terão cerca de um mês para discutir e aprovar o projeto a tempo de cumprir o cronograma.