Skip to content

Tabela do INSS 2022 sofre reajuste de 10,16% e teto sobe para R$ 7.087

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia na próxima terça-feira, 25, o pagamento dos benefícios de janeiro para 36 milhões de pensionistas e pensionistas. A partir desta semana, está disponível a consulta do valor do benefício, com reajuste para 2022. A Confederação já anunciou o novo valor para quem recebe o limite nacional e acima desse valor.

A primeira remodelação divulgada envolveu os 24 milhões de segurados que recebem benefícios do salário mínimo. Em 2022, os segurados receberão um aumento de 10,18%, já que o limite nacional passou de R$ 1.100 para R$ 1.212. Para este grupo, o calendário de pagamentos começa em 25 de janeiro e segue com depósitos até 7 de fevereiro.

Nesta quinta-feira, 20 de janeiro, o governo federal publicou o decreto interministerial que estabelece o Pensões e benefícios do INSS com teto máximo de R$ 7.087,22. O reajuste do valor foi de 10,16% levando em consideração o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Acumulado (INPC) em 2021. Esse grupo recebe o benefício já ajustado entre 1º e 7 de fevereiro de acordo com o calendário do INSS em 2022.

– Consulte a tabela do INSS para 2022

O reajuste de 10,16% será aplicado aos segurados que o receberão a partir de janeiro de 2021. Para aqueles que se beneficiaram do benefício concedido desde aquela data, o reajuste será menor e variará de acordo com a data de início dos pagamentos. Consulte a tabela de reajustes do INSS para 2022:

Data de início do benefício Reajuste (%)
Até janeiro de 2021 10.16
em fevereiro de 2021 9,86
em março de 2021 8,97
em abril de 2021 8.04
em maio de 2021 7,63
em junho de 2021 6,61
em julho de 2021 5,97
em agosto de 2021 4,90
em setembro de 2021 3,99
em outubro de 2021 2,75
em novembro de 2021 1,58
em dezembro de 2021 0,73

Consulta do serviço do INSS por CPF

A consulta dos novos valores de indenização do INSS ainda não estava acessível a todos os segurados até quarta-feira, 19. Para saber se a indenização reajustada já está no contracheque deste mês, o beneficiário deve acessar o portal Meu INSS e consultar a disposição no extrato.

O extrato da conta do INSS indica os valores, as datas de pagamento e a conta onde o serviço é depositado, veja como isso acontece:

  • Conecte-se ao site/aplicativo Meu INSS digitando seu número de CPF e sua senha;
  • clique na opção saldo da conta;
  • Selecione o mês que deseja visualizar;
  • Clique em Baixar PDF para salvar o documento.

Os primeiros a receber o benefício com o novo valor serão os aposentados e pensionistas que recebem até o salário mínimo. Para os segurados que recebem benefícios acima do plano nacional, o depósito começa uma semana depois, a partir de 1º de fevereiro.

A data de arquivamento depende do número da ficha de desempenho final, independentemente do último dígito verificador, que aparece após o travessão. Confira os calendários de janeiro:

Datas para quem ganha até 01 salário mínimo (R$ 1.212,00):

  • 25 de janeiro – depósito para segurados com cartão final número 1;
  • 26 de janeiro – depósito para segurados com vencimento em 2 de janeiro;
  • 27 de janeiro – depósito para segurados com vencimento em 3 de janeiro;
  • 28 de janeiro – depósito para segurados com vencimento em 4 de janeiro;
  • 31 de janeiro – depósito para segurados com vencimento em 5 de janeiro;
  • 1º de fevereiro – depósito para segurados com vencimento em 6 de fevereiro;
  • 2 de fevereiro – depósito para segurados com vencimento em 7 de fevereiro;
  • 3 de fevereiro – depósito para segurados com vencimento em 8 de fevereiro;
  • 4 de fevereiro – depósito para segurados com vencimento em 9 de fevereiro;
  • 07 de fevereiro – depósito para segurados que terminam em 0;

Escala de vantagens sobre o 01 SMIC:

  • 1º de fevereiro – depósito para segurados com vencimentos 1 e 6;
  • 2 de fevereiro – depósito para segurados com vencimento em 2 e 7 de fevereiro;
  • 3 de fevereiro – depósito para segurados com final 3 e 8;
  • 4 de fevereiro – depósito para segurados com vencimento em 4 e 9 de fevereiro;
  • 07 de fevereiro – depósito para segurados terminados em 5 e 0;

Governo lança nova tabela progressiva do INSS

A portaria interministerial publicada no Diário Oficial também traz em 2022 as novas tabelas de contribuição para os segurados do Inss. Com o novo reajuste do salário mínimo, o valor das contribuições também aumentou, que só entrará em vigor em fevereiro.

Em janeiro, o desconto continuará sendo baseado no nível nacional do ano passado (R$ 1.100). Aqui estão as taxas para o cálculo da contribuição deste ano:

Tabela de contribuições INSS 2022 – Empregados, serviço doméstico e autônomos

Salário indicado (R$) Tarifa progressiva para fins de pagamento do INSS
até R$ 1.212,00 7,5%
de R$ 1.212,01 a R$ 2.427,35 9%
de R$ 2.427,36 para R$ 3.641,03 12%
de R$ 3.641,04 para R$ 7.087,22 14%

Tabela de contribuições 2022 – Tomadores de seguros e beneficiários do regime próprio de segurança social da União

Base de estimativa (R$) Taxa progressiva aplicada ao intervalo de valores
até R$ 1.212,00 7,5%
de R$ 1.212,01 a R$ 2.427,35 9%
de R$ 2.427,36 para R$ 3.641,03 12%
de R$ 3.641,04 para R$ 7.087,22 14%
de R$ 7.087,23 para R$ 12.136,79 14,5%
de R$ 12.136,80 para R$ 24.273,57 16,5%
de R$ 24.273,58 a R$ 47.333,46 19%
superior a R$ 47.333,46 22%